quarta-feira, 8 de julho de 2015

Del Nero na mira do FBI

Del Nero na mira do FBI
O jornal O Estado de S. Paulo informou que Del Nero está sendo investigado pela Justiça dos EUA, que conduz o processo que culminou na prisão dos dirigentes Fifa.
Del Nero teria recebido propina para alterar os parceiros comerciais na transmissão da Copa do Brasil. A Traffic detinha os serviços exclusivos da competição desde 1989. A empresa Klefer passou a dividir com a Traffic o torneio em 2011, com duração até 2022. De acordo com o jornal, dois dirigentes receberam dinheiro ilegal para equilibrar a relação entre duas empresas comerciais na mesma competição. Os dois dirigentes citados seriam José Maria Marin e Marco Polo Del Nero.
http://uolesportevetv.blogosfera.uol.com.br/2015/07/07/galvao-cobra-del-nero-a-ir-a-reuniao-da-fifa-vou-esperar-para-ver/?cmpid=fb-geral

Parte do artigo:

Galvão cobra ida de Del Nero a reunião da Fifa: ‘Vou esperar para ver’

UOL Esporte
Marco Polo Del Nero (São Paulo, 22 de fevereiro de 1941) é um advogado e dirigente esportivo brasileiro. Atualmente, é presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cargo em que sucedeu a José Maria Marin. É também membro do Comitê Executivo da Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) e do Comitê Executivo da FIFA.
Filho do ex-jogador de futebol Del Nero, formou-se em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde se especializou em direito penal.

Começou sua carreira de cartola no Palmeiras, como diretor da comissão de sindicância do clube. Depois, passou por cargos como diretor jurídico e diretor de futebol, até tornar-se membro vitalício do conselho.

Na década de 1980, conseguiu um lugar no Tribunal de Justiça Desportiva, que abriu portas para ser vice-presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF) na gestão de Eduardo José Farah.

Assumiu a presidência da FPF em 2003 e foi reeleito em 2010.

Em 2009, foi suspenso por 90 dias pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por cinco votos a zero, devido ao constrangedor episódio protagonizado por ele na véspera da partida entre Goiás e São Paulo, na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2008. Foi absolvido pelo Pleno do STJD em novo julgamento.
Em 2012, foi indicado para substituir Ricardo Teixeira no Comitê Executivo da FIFA.5

Em 16 de abril 2014, foi eleito para substituir José Maria Marin como presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a partir de 16 de abril de 2015.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Marco_Polo_Del_Nero