sexta-feira, 25 de março de 2016

O presidente da República, a vitória da Seleção Brasileira, e a felicidade do Povo.

A Copa do Mundo de 1958, na Suécia, sendo presidente da República o doutor Juscelino Kubitschek – E O POVO ERA FELIZ;
A Copa do Mundo de 1962, no Chile, sendo presidente da República o advogado pecuarista João Goulart, também conhecido como o Jango - E O POVO ERA FELIZ;
A Copa do Mundo de 1970, no México, sendo presidente da República o General de Exército Emílio Garrastazu Médici - E O POVO ERA FELIZ;
A Copa do Mundo de 1994, no EUA, sendo presidente da República o engenheiro Itamar Franco - E O POVO ERA FELIZ;
A Copa do Mundo de 2002, na Coreia do Sul e no Japão, sendo presidente da República o professor -doutor Fernando Henrique Cardoso, também conhecido como FHC - E O POVO ERA FELIZ;

O que tento estabelecer aqui é a felicidade do Povo Brasileiro com seus presidentes da República e a vitória de nossa Seleção Brasileira de Futebol, a Seleção Canarinho, em campo nas chamadas “ Copa do Mundo FIFA de Futebol”.
Sediamos por duas vezes a Copa do Mundo e perdemos:
1-     A Copa do Mundo FIFA de 1950, com inauguração do assassinado Estádio Municipal do Maracanã, que o Brasil perdeu para o Uruguai, mas quando vivíamos uma terrível incerteza política, sendo presidente da República o Marechal Eurico Gaspar Dutra, que acabou desaguando no suicídio de Getúlio Vargas em 24 de agosto de 1954;
2-     A Copa do Mundo de 2014, a Copa do PT, a Copa do LuLa, a Copa da Odebrecht, em tempos de presidência da República da senhora Dilma Vana Rousseff, sobre a qual não preciso muito me estender, mas que RELEMBRO o Povo Brasileiro estava sendo enganado pela atual plantonista do Palacio do Planalto.
DESTACO QUE:
Nem o atual governo da senhora Dilma Vana Rousseff está do agrado da GRANDE MAIORIA DO POVO BRASILEIRO, vê-se QUE O POVO NÃO ESTÁ FELIZ (basta ver o número de participantes livres, não conduzidos por ninguém, por nenhuma central sindical, nas manifestações de rua contra o Governo Rousseff), nem com a atual Seleção Brasileira de Futebol que hoje joga no Recife, a começar pelo ‘tequiníco’ Dunga.  
Não sou a “Pitonisa da Gávea” para prognosticar o resultado desta partida de hoje, 25 de março de 1016, no amado Recife, contra a Seleção Uruguaia de Futebol, a Celeste, mas sei que essa Seleção Dunga-Gilmar-Del Nero, não irá muito longe, até porque O POVO NÃO ESTÁ FELIZ com seu presidente da República, ISSO NÃO VAI MESMO.
É isso aí.

Jorge Eduardo Fontes Garcia