segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Pai do meia Gerson será processado por empresário EM MAIS UM CAPITULO DA NOVELA FUTEBOL SEM ÉTICA..




Empresário promete processar pai de Gerson: 'Me senti um marido traído'

Jorge Machado tem um contrato de procuração com o jogador até outubro deste ano e não participou de nenhuma negociação com a Roma (ITA), que contratou o meia



O destino de Gerson foi selado na última quarta-feira, mas uma polêmica envolvendo o nome do jogador será iniciada nos tribunais. Jorge Machado, empresário de jogadores de futebol e que possuía contrato de procuração do meia até outubro, prometeu que vai processar Marcos Antônio da Silva, o Marcão, pai do jogador, por diversas irregularidade no acordo que eles possuíam pelo gerenciamento da carreira do jogador. Segundo Machado, o contrato iria até outubro deste ano, com direito a uma renovação automática até 2018.

- Fui marido traído. Na hora ruim, eles me procuraram. Estavam sem dinheiro, me ofereceram um valor e eu aceitei. Fiz um contrato com eles até outubro, que tinha opção de renovação automática até 2018. Este acordo foi quebrado várias vezes. Eu tenho muitos anos trabalhando com futebol e esta é a primeira vez que isso aconteceu - explicou o empresário, revelando que vai acionar a Justiça:
- Eu vou buscar meus interesses na Justiça. Pela primeira vez na vida vou ter que fazer isso. Vou entrar com uma ação através do Marcos Motta (advogado especializado em direito esportivo). Minha empresa é muito grande e não posso lidar com tanto amadorismo. Aonde eu puder ir atrás dos meus direitos, seja Fifa, Justiça comum ou desportiva, eu vou.
Questionado se participou de algumas das negociações com Juventus (ITA), Barcelona (ESP) e Roma (ITA), que nos últimos meses se movimentaram buscando a contratação do jogador, Jorge Machado afirmou que só soube depois de que as reuniões com representantes dos clubes e do Fluminense já haviam acontecido:
- Sempre soube depois de tudo. O Marcão me ligava após as reuniões e me dizia o que havia acontecido. Eu como procurador do jogador tinha o direito de participar das negociações. Estava no contrato. Eu ficava sabendo do que acontecia pela imprensa.

DE; 
Matheus Babo 10/08/2015 - 14:02 Rio de Janeiro (RJ)
PARA:
http://www.lancenet.com.br/fluminense/Empresario-promete-processar-Gerson-marido_0_1409859064.html